Apresentação do Painel - Terapias e Neurotransmissores

Conteúdo do painel de correlações terápicas envolvendo neurotransmissores:

Alcalóides
-Atropina
--Atuação inibitória por competição do sistema parassimpático através da inibição de acetilcolina em receptores.
--Usada para combater bradicardia, aumentar estímulos simpáticos e controlar secreções em doses clínicas. Atropina Sódica é um exemplo.
-Morfina
--Agonista de receptores opióides, atuando como competidores de peptídeos como endorfinas, potencializando efeitos.
--Supressão de dor física, emocional e analgesia central; sedação em processos anestésicos.
--Sensação de euforia e risco de dependência.

Anticolinesterásicos
-Inibe a quebra de acetil-colina (hidrólise) pela enzima acetilcolinesterase.
-Causa sobre-estimulação muscular (responsável por cansaço), broncoconstrição, sufocamento, bradicardia, hipotensão, secreções excessivas, hipermotilidade intestinal; sendo assim considerada uma neurotoxina também.
-Gás Sarin, Soman, Tabun são exemplos de anticolinesterásicos usados como armas químicas.
-Ministrados em doses clínicas combatem glaucoma, doença de Alzheimer (donepezil, tacrina) além de serem úteis como anestésicos (neostigmina).

Antidepressivos
-Aumentam a concentração de monoaminas (dopamina, noradrenalina e serotonina) no receptor pós-sináptico ao inibirem a sua recaptação pelo neurônio pré-sináptico ou sua oxidação pela enzima Monoamina Oxidase.
-A estabilização do humor e das emoções, comprometida pela falta de alguns neurotransmissores, é o alvo do tratamento antidepressivo.
-Tricíclicos, ISRS (Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina) e IMAO (Inibidores da Monoamina Oxidase) ISRN (Inibidores Seletivos da Recaptação de Noraepinefrina) são os antidepressivos mais empregados em tratamentos.

Antipsicóticos
-Dopamina em excesso em regiões cerebrais caracterizam diversas psicoses.
-Atuam bloqueando receptores D2 dopaminérgicos (intimamente relacionados a muitas psicoses) e por vezes estimulando receptores serotoninérgicos (5-HT2A). Existem tratamentos de regulação colinérgica também.
-Nem todos transtornos psicóticos são tratados com antipsicóticos, mas também com antidepressivos.
-São usados no tratamento de esquizofrenia e distúrbios comportamentais.
-Neurolépticos, benzepina e benzamida geralmente são os psicoterápicos usados.

Postado por Rômullo Medeiros

1 comentários:

pharmatec disse...

tenho uma oferta para voce, se interessar entre em contato.

 


Templates Novo Blogger 2008